Horários, preços e história do Castelo de São Jorge

Horários do Castelo de São Jorge

1 de Novembro a 28 de Fevereiro dás 9:00 às 18:00 (última entrada às 17:30)
1 de Março a 31 de Outubro das 09:00 às 21:00 (última entrada às 20:30)

Camera Obscura das 10:00 às 17:20
Sujeito às condições meteorológicas

Encerrado:
Dias 24, 25 e 31 Dezembro, 1 Janeiro e 1 Maio.

Morada: Castelo de S. Jorge. 1100-129 Lisboa.
Ligação ao sítio oficial

Preços do Castelo de São Jorge

Bilhete normal: 8,50 €

    Descontos:

  • Estudantes < 25 años 5 €.
  • Famílias (2 adultos e 2 crianças < 18 anos) 20 €.
  • Pessoas com deficiência 5 €.
  • Séniors (> 65 años) 5 €.
  • Operadores Turísticos 7,5 €.
  • Grupos Escolares 1 €.

 

    Isenções:(requer comprovação documental).

  • Domingos e Feriados das 09.00h às 14.00h – todos os cidadãos residentes em território nacional.
  • Crianças menores de 10 anos.
  • Residentes no Concelho de Lisboa.
  • Guias Intérpretes no exercício de funções.
  • Jornalistas com marcação prévia.
  • Grupos escolares do Concelho de Lisboa.

História do Castelo de São Jorge

A fortificação, construída pelos muçulmanos em meados do século XI, era o último reduto de defesa para as elites que viviam na cidadela: o alcaide mouro, cujo palácio ficava nas proximidades, e as elites da administração da cidade, cujas casas são ainda hoje visíveis no Sítio Arqueológico.
Após a conquista de Lisboa, em 25 de Outubro de 1147, por D. Afonso Henriques, primeiro rei de Portugal, até ao início do século XVI, o Castelo de S. Jorge conheceu o seu período áureo enquanto espaço cortesão. Os antigos edifícios de época islâmica foram adaptados e ampliados para acolher o Rei, a Corte, o Bispo e instalar o arquivo real numa das torres do castelo. Transformado em paço real pelos reis de Portugal no século XIII, o Castelo de S. Jorge foi o local escolhido para se receberem personagens ilustres nacionais e estrangeiras, para se realizarem festas e aclamarem-se Reis ao longo dos séculos XIV, XV e XVI.
Com a integração de Portugal na Coroa de Espanha, em 1580, o Castelo de S. Jorge adquire um caráter funcional mais militar, que se manterá até ao início do século XX. Os espaços são reconvertidos, outros novos surgem. Mas, é sobretudo após o terramoto de Lisboa de 1755 que se dita uma renovação mais substantiva com o aparecimento de muitas construções novas que vão escondendo as ruínas mais antigas. No século XIX, toda a área do monumento nacional está ocupada por quartéis.
Com as grandes obras de restauro de 1938-40, redescobre-se o castelo e os vestígios do antigo paço real. No meio das demolições então levadas a cabo, as antigas construções são resgatadas. O castelo readquire a sua imponência de outrora e é devolvido ao usufruto dos cidadãos.
Já no final do século XX, as investigações arqueológicas promovidas em várias zonas contribuíram, de forma singular, para constatar a antiguidade da ocupação no topo da colina e confirmar o inestimável valor histórico que fundamentou a classificação do Castelo de S. Jorge como Monumento Nacional, por Decreto Régio de 1910.

Transferes e tours em Lisboa

O seu transfere e tour privado em Lisboa 24/7 todo o ano. Transferes e tours privados com carros, minivans, minibus e autocarros de turismo.


 

E-mail: info@fernandolopes.pt

Telemóvel: +351 969 550 167

Telefone: +351 211 315 522

Whatsapp: +351 969 550 167

Agência de Viagens e Turismo a operar em Lisboa, Portugal

Registo no Turismo de Portugal
R.N.A.V.T. :5266